O que é Telemedicina?

O que é Telemedicina?


O que é Telemedicina?

O que é Telemedicina?

Em meio a crise do corona vírus, muitos planos de saúde e hospitais estão oferecendo para os seus pacientes um atendimento através da telemedicina, mas afinal, O que é Telemedicina? Neste post a Group Saúde poderá tirar algumas dúvidas relacionadas a isso que os clientes possam ter, de como é a forma de atendimento, como agendar essa consulta e como manter o contato com o médico.

Como o risco de contágio é grande para quem vai à consultas médicas não emergenciais, a estratégia que algumas operadoras de plano de saúde arrumaram para os seus clientes foi a consulta por ou vídeo chamada, para que se mantenha intacta a saúde do paciente, e também do profissional da saúde que estará atendendo em seu consultório ou home office.

A telemedicina é um processo avançado que os médicos monitorem seus pacientes, e possam trocar informações médicas e análise de resultados de diferentes exames. Estes exames são avaliados pelo profissional e entregues ao seu paciente de forma digital, para que não seja necessária a ida do paciente ao laboratório. A telemedicina já é utilizada no mundo todo, de forma segura e legalizada, sempre de acordo com a legislação e as normas médicas.

Graças a tecnologia, pelo meio da telemedicina, os especialistas conseguem ter acesso a todos os exames de qualquer lugar do país, com a utilização de computadores e dispositivos móveis, como smartphones e tablets conectados à internet.

O termo telemedicina tem origem na palavra grega ‘tele’, que significa distância. ELa também é utilizada para formar as palavras telefone, televisão etc. Sendo assim, a telemedicina trata-se de toda a prática médica realizada à distância, independente do instrumento utilizado para este atendimento. Além disso, este serviço tem origem israelense e é bastante realizada nos Estados Unidos, Canadá e países da Europa.

Desde quando surgiu, na década de 1950, a telemedicina evoluiu e avançou muito. Anteriormente, poucos hospitais usufruíam televisões para ter contato remoto com seus pacientes. Porém, com o avanço dos meios de tecnológicos de comunicação, o contato entre médico e paciente ou entre os profissionais de saúde ficou mais prático: a relação e a troca de informações teve sua ampliação com a chegada do telefone fixo, depois com os dispositivos móveis, e se tornou ainda mais rápida com a internet. Computadores, tablets e smartphones facilitam as videoconferências e o avanço da Inteligência Artificial (IA) leva conhecimento ao alcance de todos.